Herois do Olimpo RPG

Fórum de Mitologia Grega baseado em Percy Jackson e os Olimpianos e Os Heróis do Olimpo!

Autores nos tópicos

Dom 2 Jul 2017 - 20:55 por Ártemis

Autores nos tópicos

Recentemente adicionei em todos as postagens do tópico de Tutoriais e Guias bem como
o tópico da Biblioteca o nome de quem fez, quem ajudou a fazer, quem editou (boa parte do conteúdo), e quem ajudou com a ideia.

Assim temos uma visão mais clara de pessoas que, apesar de a maioria não saber, ajudaram com o crescimento e evolução do fórum.

Lembrando que todo o conteúdo criado para o fórum é de autoria do mesmo. Todo "direito autoral" que estabelecemos aqui é de Rick Riordan, o criador das séries Percy Jackson e Os Heróis do Olimpo.


Comentários: 0

EVENTO DOUBLE ALEGRIA DE FÉRIAS

Ter 27 Jun 2017 - 14:28 por Selene

Evento Double Alegria de férias



Evento válido do dia 01/07/2017 até 15/07/2017


Férias de Julho chegando e nada melhor do que um evento double pra levantar os ânimos do fórum. Chamem seus amigos e desfrutem do evento
DOUBLE ITENS, EXP e DRACMAS





Comentários: 1

Problemas com as contas Olimpianas

Dom 8 Jan 2017 - 13:29 por Quíron

Olá Olimpianos.

Depois de um backup feito no fórum os direitos de administrador de todos os olimpianos foram retirados automaticamente pela Forumeiros. A princípio é para esse erro já ter sido corrigido, se algum Olimpiano ainda estiver com problemas mande mp ou fale comigo no Facebook: https://www.facebook.com/paulohenrique.morais.9

Desculpe o transtorno, Quiron.


Comentários: 0

Vagas de Deuses Menores!

Sab 17 Dez 2016 - 21:20 por Poseidon


Temos vagas!


Final do ano, férias escolares, fórum ativo. Sabem o que isso significa? Sim, estamos precisando de narradores! Sempre quis narrar para seus amiguinhos mas nunca soube como? Pois bem! Siga os passos a seguir e junte-se à equipe!

Perguntas:


Qualquer um pode ser Deus menor?

Sim, mas devem seguir alguns critérios:
1. Estar no fórum a mais de 1 semana
2. Ter noção de narração e combate
3. Saber tudo que tem no Tutorial de combates, rodadas e turnos


Como eu faço para ser Deus?

Mante um MP (Mensagem Privada) para mim, Poseidon, e eu negociarei os cargos com quem estiver interessado.


Mas eu quero ser Olimpiano, como faz?

Primeiramente, todos deveram começar …


Comentários: 0


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Acampamentos » Acampamento Meio-Sangue » Casa Grande » Livros e Fichas » 

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

✓[FICHA] Rose Peppermint

por Rose Peppermint em Dom 23 Out 2016 - 22:14

Rose Peppermint

avatar
Filho(a) de Afrodite
Filho(a) de Afrodite
Ver perfil do usuário
Ω Nome: Rose Marie Peppermint
Ω Idade: 17
Ω Aparência: Rose carrega suas características no seus incríveis 1,65 metros de altura. Seus olhos mutantes encantam qualquer pessoa que os vejam, mudando de verdes, como os de seu pai, para um tom quase mel. Cabelos cor de fogo sempre desarrumados são uns dos seus traços mais marcantes, assim como seu corpo curvilíneo, a cintura marcada e seios proporcionais, que se revelaram aos 12 anos, fazendo com que ela fosse bastante popular entre os meninos da sua sala. Sua pele é de um tom alvo e é facilmente saber quando ela toma sol, pois nunca fica bronzeada, passando de branca para vermelho em menos de meia hora.
Muito vaidosa, sempre está usando um tom leve em sua maquiagem, mas confessa que carrega um pouco na máscara para cílios. Sempre está bem vestida e valorizando suas curvas, mas nunca exagerando. Ela acredita que o verdadeiro “chique” se encontra em chamar atenção mesmo em seus trajes mais simples.
_________________________________________________________________________________________________________________________
Características Psicológicas: Ela é de um sorriso fácil e extremamente sociável, tanto que na maioria das vezes faz com que a pessoa se apaixone por ela, mesmo sem querer. Mesmo assim, é uma romântica nata, está sempre lendo histórias onde há príncipes encantados e amor eterno, sempre sonhando em ter algum ao seu lado. Mas enquanto ele não chega, não faz mal nenhum se divertir.
E esse é seu principal problema: ela geralmente se envolve em alguns relacionamentos, sendo para ajudar ou para piorar. Ela é capaz de dar conselhos para pessoas que estão relacionamentos, assim como pode acabar sendo culpada de traição quando sente que o relacionamento não irá para frente, ou somente ser extremamente sedutora para gerar ciúmes. Está sempre cantarolando canções e dançando coreografias que simplesmente chegam em sua mente. Ela não se estressa facilmente, mas quando desafiada, ela pode tornar a vida da pessoa em um completo inferno, com direito de a ter como torturadora. É fluente em francês, e costuma xingar somente nesse idioma. Rose tem mania de organização, e as vezes tem crises onde não importa se são 8 da noite ou 5 da manhã, se tudo não estiver em seu devido lugar, ela não dorme até que tudo esteja arrumado.
Ω Humor: Sempre disposta e de bom humor, gosta de contagiar o grupo com piadas sem graça e um leve toque de ironia.
Ω Três Qualidades: Envolvente, Espontânea, Sedutora.
Ω Três Defeitos: Curiosa, Obsessiva, Inconstante.
_________________________________________________________________________________________________________________________

Ω História:
Em uma noite onde a lua brilhava linda e cheia, um casal se conheceu em um jantar proposto por uma agência de encontros. Ela tinha cabelos ruivos, vermelhos, e ele, olhos verdes tão profundos que hipnotizaria a mulher mais dura e sem coração. Passaram três noites juntos e ela desapareceu. Então, alguns meses depois, um bebê enrolado em uma linda manta cor-de-rosa com detalhes feitos com fio de ouro aparece ao pé da cama do homem com um bilhete e um batom vermelho.

Código:
“O nome dela é Rose e gostaria que você deixasse que ela fique com esse nome. Esse é o meu presente pela maravilhosa noite.
Creio que quando ela tiver idade, ela ficara linda com essa cor de batom.

Com amor, A.”


Tirando esse episódio, tive uma infância tranquila. Meu pai fazia o máximo para estar presente, mas sendo o melhor advogado em casos de divórcio da cidade, ele quase não tinha tempo para a pequena e linda criatura de cabelos cacheados que ele chamava de filha.
E sim, eu tinha cabelo cacheado, infelizmente eles foram alisando com o passar do tempo. Mas continuando.
Como ele não podia estar em casa na maioria do tempo, eu fui criada pela minha avó paterna, Marie, “uma francesa nata e dissimulada” como ela mesma se descrevia.
Ela me ensinou a falar (e assim que conseguiu, tratou de enfiar o francês na minha cabeça), a andar, cozinhar, me vestir, pentear o cabelo, brincar com boneca, a andar de bicicleta, e também me escondia quando meu pai trazia uma mulher diferente da semana passada para casa…
Ela realmente foi uma mãe para mim. Mas infelizmente, ela adoeceu e ficou internada por 4 meses. No tempo que ficou no hospital, ela xingou os médicos até onde podia, falando que não precisava de ajuda para fazer nada, como já era esperado dela. Mas nos seus últimos dias, ela estava quieta, pensativa. Eu e meu pai já sabíamos que estava perto, mesmo que ela fosse forte, a pneumonia que começou com uma gripe fraca acabou com a minha querida avó, 3 dias após meu aniversário de 12 anos.

Desde então, minha vida não foi mais a mesma. Ficava extremamente sozinha. Não havia ninguém me dando conselhos, ou conversando comigo em casa. Era somente eu, praticamente todos os dias.
E então, aos quatorze, comecei a sair. Uma saída aqui, um beijo roubado ali e logo, comecei a arranjar companhias.
Comecei trazendo algumas amigas para meu apartamento e aos dezesseis, começaram a vir meninos. A partir daí, ia em todas as festas e não tinha problema com a minha idade, sempre me deixavam entrar. Era popular na escola, conheci Adam, que acabou sendo um grande amigo, ele era um pouco estranho e se assustava fácil, mas tudo ia bem.
Mas infelizmente, meu pai ficou sabendo de tudo isso.
E das 15 festas que eu havia dado nos 2 meses que ele estava viajando a negócios.
E o fato de ele ter achado certas coisas na gaveta do meu banheiro não deixou ele muito mais feliz.
- Quinze festas Rose? QUINZE? E tudo aquilo no seu banheiro? Como você me explica isso Rose?
- Não entendi o que eu fiz de tão grave pai. Só convidei alguns amigos para não ficar sozinha.
- Nem de noite, não é? - Ele falou enquanto mexia freneticamente em seu cabelo. Eu estava nem cozida mais, estava frita. Está bem, eu sei que exagerei nas festas, principalmente por causa das bebidas, mas dei graças aos deuses por ele não ter descoberto as outras coisas que haviam pela casa. Mas tinha culpa se ele me deixava sozinha o tempo todo?
-Não faça essa cara.- Olhei imediatamente para ele e vi que ele vacilou durante alguns segundos, e então respirou fundo e veio me abraçar.- Você tem a cara da sua mãe. Como é possível…
Está bem, essa é a hora.
- O que pai? Porque nunca fala dela? Por que eu não tenho nem uma foto dela? Já posso ter visto ela e nem ter a reconhecido! Eu nem sei o nome dela, pelo amor de Deus.
Ele me olhou, respirou fundo novamente, fez menção de falar e então se calou novamente. Mas então, acho que pensou em calgo como “Que se exploda também” e soltou junto com o ar:
- Porque ela é uma deusa.
Está bem, meu pai enlouqueceu. Ou bebeu demais.
- Como é?
- Ela, bem…- Ele se sentou no sofá e fez menção para que eu me sentasse também. Respirou fundo e continuou. - Ela é uma deusa grega filha, se não me engano. Fiz questão de esquecer seu nome verdadeiro, sei que começa com A, e que com certeza, você não pode ser filha de uma simples humana.
Agora tudo fazia sentido. O dia em que eu fiquei rodeada por cisnes no zoológico, como os pombos traziam flores quase todos os dias… Isso não acontece normalmente.
Era tudo ela. Era por causa dela, tudo isso.
De repente, toda a sala pareceu não ter ar ou luz.
Depois de algumas horas, acordei e encontrei meu pai, segurando um copo de água, com uma expressão de tristeza em seu rosto, falando que, a partir de agora, ele não poderia mais me deixar tão sozinha durante tanto tempo. E então, comecei a procurar um jeito de ir para um lugar que de acordo com meu pai, era seguro para "pessoas como eu", seja lá o que isso significa.
Comecei minha procura pelo O Acampamento Meio-Sangue e por minha misteriosa mãe.



Habilidades Únicas


Passivas:


Ativas:

#1

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum